David 1 X 0 ‘Tiriça’

Pois então. Quarta feira, dia seguinte à nossa alta do hospital, foi o dia da primeira consulta do Nenem Gandão com a pediatra dele num excelente hospital pediátrico daqui. Obviamente já percebemos que não existe mais essa idéia de ‘levantar e sair’. Mesmo assim nós chegamos somente alguns minutos atrasados. A impressão inicial foi muito interessante. Pela primeira vez me vi numa sala de espera para o nosso filhinho. Tudo muito colorido do teto ao chão, crianças de várias idades com seus pais a tira-colo e o melhor de tudo: O Rei Leão passando numa HDTV. Tinha me esquecido como esse filme é lindo.
Sogrão marcando presença.. olha como o David tava laranjado.

Tadinha da Cris… morta de cansada.
Durante a consulta a médica constatou que o nível de bilirrubina no David estava um pouco alto (14) e que ele estava com Icterícia… a famosa ‘Tiriça’. Ela disse fez alguns outros exames a Cris recebeu dicas excelentes da conselheira de amamentação e fomos com uma consulta marcada para o dia seguinte, quinta. Bem, ao chegar à clinica na quinta por volta das nove da manhã e passar pelos exames iniciais, foi constatado que o nível não havia abaixado. Meio dia outro teste foi feito e o nível havia subido para 16. Com isso os médicos acharam melhor iniciar a fototerapia para ‘diluir’ a bile presente na pele e no branco dos olhos que da aquela coloração amarelada. Outra coisa que descobrimos: quando um médico diz que vai iniciar o tratamento ‘agora’, esse agora pode ser um agora daqui a 5 minutos, daqui a 2 ou 5 horas. E assim iniciamos a maratona que findaria somente na sexta a noite.
O David foi transferido da clinica para o quarto no andar ‘hospitalar’ do prédio e ali iniciamos a maratona de tratamento de luz nele. As primeiras horas foram bastante estressantes pra Cris, pois não estávamos preparados para vê-lo nesse estado de fragilidade. Encheram-no de fios monitorando seus sinais vitais, aplicaram soro no bracinho, e colocaram-no sob esse aparelho que mais parecia uma câmara de bronzeamento artificial. Desta vez os pais da Cris não puderam ficar conosco no quarto. Por um lado foi bom, pois eles puderam ter um bom descanso e recuperar o sono perdido nos dias anteriores. Sinceramente, não sei o que seria de nós sem o Geraldo e a Maria Helena conosco. A presença deles tem sido fonte de muita alegria, refrigério e segurança nesses primeiros dias de paternidade. Maria Helena regressará para o Brasa nessa quinta e já estou morrendo de saudades do seu bom humor e amizade.
Sou obrigado a dar uma pausa para chamar atenção para um fato muito interessante, embora nada surpreendente: chuta qual a cor da luz especial que é capaz de curar a ‘tiriça’? Azul! Só faltou o médico completar o tratamento com uma sessão de musicoterapia com o hino do Cruzeirão. Tenho certeza que não ficaríamos ali nem 2 horas. Então, depois de horas e horas sob a luz azul, de retirarem varias ampolinhas de sangue retiradas do calcanhar do David e de varias visitas de médicos enfermeiras, residentes, conselheiras, o nível da bile no Nenem Gandão do Papai caiu de 16 para 13, para 10 e por fim para 8.5. Assim, recebemos alta na sexta a noite e fomos pra casa com o David já se alimentando melhor, molhando e sujando fraudinhas com mais freqüência (sinais de boa nutrição), e mais confiantes do que nunca. Esse ‘Golias’ já está derrotado! Graças a Deus. Neném Gostoso do Papai detonou uma na testa da Tiriça. 

Presentinho do hospital pediátrico pro Nenem Gandão. Curious George.
P.S.: Pra fechar com chave de b… aprendi mais uma coisa nesses dias ali. A bile é a responsável pela coloração das nossas feses. Essa coloração típica coloração nas mais diversas tonalidades do marrom é resultado da eliminação da bile, processada pelo fígado. Como o fígado do recém-nascido leva alguns dias para funcionar a todo vapor, muitas crianças acabam acumulando essa substancia no sangue, o que provoca a Icterícia – coloração amarelada da pele e do branco do olho. Portanto, seja grato até mesmo pela cor do seu cocô. :0)
Explore posts in the same categories: Uncategorized

3 Comments on “David 1 X 0 ‘Tiriça’”

  1. Carolina Vilela Says:

    Esse quadro que seu bebê apresentou é bastante comum. O Rodrigo vê muitos bebês que têm de ficar pra fototerapia. Ainda bem que existe solução, né? Espero que os próximos dias sejam mais tranquilos.

  2. Nina do Dani Says:

    Eu não entendo muito disso, é bom que ja vou aprendendo com vocês!
    Adorei o presentinho do hospital!
    Que bom que esta tudo bem..
    amo vocês!
    beijosss

  3. crenteenerd Says:

    normalzaço a tiriça…aqui nem tem luz crizeirense…recomenda-se deixar ele em ambiente bastante iluminados naturalmente….o que acontece muito aqui é que algumas mães quase que escondem seus filhos depois do nascimento..quartinho escuro e essas coisas…q podem ajudar no desenvolvimento dessa parada tmbm…mas que bom que Ele meteu o gol na tiriça!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: